sábado, 22 de maio de 2010

Liberdade


Pobre borboleta, que voa solitária pelo céu e que em breve deixara seu mundo de cores e liberdade .
Talvez lamente seu futuro incerto, mas talvez, quem sabe, aproveite seus dias desesperadamente vivendo em sua felicidade momentânea, mal sabendo o que me proporciona.
Queria ser você, que a dançar pelo ar num mosaico de cores, deixa tudo mas belo.
Cada vez que a vejo e fecho meus olhos, transportando-me para um belo lugar onde delírio e realidade é algo sem importância.
Tenho medo de acordar e me deparar com uma realidade na qual não me encaixo e deixar de sentir o que sinto, quando penso ser você.
Será que isso é a liberdade. É essa a sensação. Se sentir plena e capaz de tudo.
Queria ser você, Feliz, ao menos uma vez, levando cor ao mundo e vivendo o hoje como se não houvesse um novo amanhã.
Queria ser você, Livre para ir aonde desejar.
Eu Queria tanto ser você .

7 comentários:

  1. Amei seus poemas.. são lindos.. a foto tá linda da borboleta.. agora só falta estilizar esse blog né amore??? Vamos Lá.. e vamos divulgar também..

    ~Até a próxima, beijos.

    *DB*

    ResponderExcluir
  2. olha! ;o foi vc que escreveu? ficou otimo, muito bom mesmo! roselea teria orgulho xD

    ResponderExcluir
  3. aff daniel kkk mas obrigada mesmo assim.Suzyyy vindo de tu é um grande elogio kk Lenne tks

    ResponderExcluir
  4. ahauhauh Aff Felipe tu ja leu.

    ResponderExcluir
  5. Otimo esse poema..muito bem escrito..ta perdendo tempo vc pois,tme muito talento..
    ^^

    ResponderExcluir